Marinha do Brasil participa de simula resposta a emergências nucleares em Angra ...
YouTube video

Compromisso com a Segurança Nuclear
A Marinha do Brasil destaca-se mais uma vez ao participar do importante Exercício de Resposta à Emergência Nuclear. Em parceria com forças irmãs, a Marinha apoia as ações do Plano de Emergência Externo do Estado do Rio de Janeiro, seguindo as diretrizes do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas. Este exercício, sob supervisão do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSIPR), envolve diversos órgãos e instituições, reforçando a constante busca pelo aperfeiçoamento em preparação, prevenção e resposta a situações de emergência nuclear.

Treinamento 2023: Simulação Realística
No ano de 2023, o treinamento assume um caráter geral, com a movimentação efetiva de meios navais, aeronavais e de fuzileiros navais para a cena de ação. A simulação ocorre na Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto (CNAAA), onde são desencadeadas diversas ações emergenciais. O objetivo é testar a tomada de decisão, avaliar os sistemas e o emprego imediato de protocolos de saúde, segurança e logística.

Recursos e Estratégias da Marinha
A Marinha do Brasil participará com mais de 800 militares especializados, utilizando diversos meios navais, aeronavais e de fuzileiros navais. Entre os recursos empregados estão três navios, um Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais, duas aeronaves, diversas embarcações de apoio e um Hospital de Campanha. Além disso, serão utilizadas as instalações do Colégio Naval e do Hospital Naval Marcílio Dias, que possui uma Unidade de Tratamento Intensivo para Radioacidentados, sendo referência nacional para acidentes radiológicos de alta complexidade.

Nos siga no Instagram

Luiz Camões
Luiz Camões é um destacado profissional da comunicação, com uma carreira diversificada e marcante nos campos militar, jornalístico e documental. Desde o início de sua trajetória em 2001, ele se firmou no cenário audiovisual brasileiro, produzindo e dirigindo programas televisivos para redes como a Record e a Bandeirantes. Reconhecido por sua capacidade de inovação, o Jornalista Camões desenvolveu formatos que cativam e envolvem o público. Atualmente, lidera um projeto ambicioso que combina informação e participação ativa, com o objetivo de promover a Base Industrial de Defesa e Segurança e as Forças Armadas. Seu trabalho não apenas esclarece as complexas redes de defesa e segurança do país, mas também apresenta ao público os interesses e desafios das profissões militares. Ao vivenciar e trazer informações dos bastidores das operações, ele proporciona uma visão única e detalhada das atividades militares. A missão do Jornalista Luiz Camões é clara: tornar acessíveis ao grande público informações relevantes sobre as atividades e atribuições militares, utilizando um formato inovador e envolvente. Seu compromisso é fortalecer os laços entre a sociedade civil e as instituições de defesa, promovendo uma compreensão mútua e um respeito aprofundado pelas nossas forças de defesa e sua base industrial.