Em um passo significativo para a colaboração internacional em defesa, o Major-General Eric Peltier, Oficial-General encarregado das relações militares internacionais da França, realizou uma visita institucional à Escola Superior de Defesa (ESD) nesta quinta-feira. A visita visa fortalecer os laços e ampliar as possibilidades de cooperação entre as instituições de defesa do Brasil e da França.

Objetivos e Expectativas da Visita

blank

A comandante e reitora da ESD, Major-Brigadeiro Médica Carla Lyrio Martins, destacou a importância estratégica da visita para a internacionalização dos cursos oferecidos pela escola. “Estas parcerias são cruciais para ampliar as possibilidades de futuras pesquisas na área da Defesa”, afirmou ela, ressaltando o compromisso da ESD em se tornar um centro de excelência e inovação em estudos de defesa globalmente reconhecido.

Comitiva Diversificada e Engajamento Multilateral

A comitiva francesa incluiu figuras notáveis como o Capitão de Mar e Guerra François Duhomez, Chefe do Escritório Ásia-Pacífico e América Latina no Estado-Maior das Forças Armadas da França, e o Capitão de Mar e Guerra Matthieu Dejour, Adido de Defesa Naval junto à Embaixada da França no Brasil. A presença do Embaixador Flávio Marega, Assessor Internacional Especial – Brasil, e do Major-Brigadeiro do Ar Adolfo Aleixo da Silva Junior, Subchefe da Subchefia de Assuntos Internacionais do Ministério da Defesa, enfatizou a importância desta interação no contexto mais amplo das relações franco-brasileiras.

Perspectivas Futuras e Impacto Potencial

A visita de Major-General Peltier representa uma oportunidade para desenvolver projetos conjuntos e iniciativas de pesquisa, que podem beneficiar ambas as nações em questões de segurança e defesa. O encontro também serve como plataforma para discussões sobre estratégias comuns e aprimoramento das capacidades de defesa através do intercâmbio de conhecimentos e práticas recomendadas.

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).