A Thales, líder global em alta tecnologia com mais de 55 anos de atuação na América Latina, vai expor suas inovações na mais importante feira de defesa e segurança da região, a LAAD 2023, que acontece entre os dias 11 e 14 de abril, no Rio Centro, Rio de Janeiro (RJ). Em seu estande, a empresa apresentará novidades em soluções para defesa, indústria espacial, segurança e vigilância de fronteiras, drones e cibersegurança, além de suas tecnologias de ponta para Exército, Marinha e Aeronáutica.

A apresentação da Thales na LAAD 2023 está baseada em três pilares: produtos para defesa da soberania, plataformas de proteção de dados e serviços de segurança cibernética. Na área de cibersegurança, por exemplo, a empresa destaca suas soluções inovadoras em proteção de dados e aplicações em nuvem, além de programas de simulação de ataques cibernéticos em pequena e larga escala, como o Cyber Range, que permite simular medidas de proteção para diferentes sistemas de defesa.

Nas soluções para drones, a Thales vai destacar no estande o seu radar holográfico Gamekeeper, utilizado para detectar, identificar e classificar drones voando no espaço aéreo civil. A solução é a única do mercado capaz de fornecer cobertura 3D completa, rastreando dispositivos a uma distância de até 7,5 km. O Gamekeeper pode ser usado tanto para fins militares como civis e será fabricado no Brasil para atender os mercados nacional e internacional.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Para situações de combate, a Thales leva para a LAAD soluções em armamentos, como o morteiro 2R2M, que pode ser instalado no compartimento traseiro de veículos blindados sobre rodas com um sistema de recuo que absorve até 75% da força. O SOTAS, sistema integrado de comunicação veicular, é outro destaque para situações de conflito: composto por uma rede de comunicação e de informação integrada, compartilha a situação em campo para todos níveis de comando, da sala de operações à infantaria.

Para vigilância, um dos destaques é o radar costeiro Coast Watcher 100, sistema que detecta e rastreia alvos de superfície automaticamente e em todas as condições climáticas, que vão desde ameaças pequenas até navios, podendo ser utilizado também como backup para a orientação de helicópteros.

Já no campo espacial, a Thales vai apresentar o Sistema de Navegação por Satélite SBAS. Altamente preciso e confiável, otimiza sistemas GNSS, como o GPS, com uma precisão que vai do atual intervalo de 5 a 15 metros a posições de centímetros, caindo para intervalo de 10 a 15 cm. Nesse nível de confiabilidade, o SBAS pode ser um aliado importante nos setores de defesa e segurança, aviação, agricultura, construção, mineração e logística.

A Omnisys, subsidiária da Thales no Brasil e certificada como Empresa de Defesa pelo Ministério da Defesa do país, também terá destaque no evento apresentando soluções em radares de controle do espaço aéreo, setor do qual detém cerca de 80% do market share no país. A subsidiária também apresentará o Simulador de Guerra Eletrônica para Radares de Vigilância Aérea, o Sistema Transportável de Rastreio de Engenhos em Voo (STREV) e o Radar Auto Diretor Ativo (Seeker), empregado em mísseis antinavio de superfície e que conta com os mais avançados algoritmos para excelente desempenho de guiagem.

Para apresentar as inovações desses e de outros produtos e serviços na LAAD 2023, a empresa vai contar com um time de especialistas no local, liderados pelo Vice Presidente Executivo da Thales para América Latina e Ásia, Guy Bonassi; pela Vice Presidente da Thales na América Latina, Nadia Gonzalez; e pelo Diretor Geral da Thales no Brasil, Luciano Macaferri Rodrigues.

Segundo Nadia, a LAAD é uma vitrine muito importante para uma empresa global com forte atuação na região da América Latina. “Atuamos em um mercado dinâmico e criativo em toda a região. É na LAAD que mostramos alguns dos nossos esforços de investimento em inovações que têm impacto real e positivo na vida das pessoas e das nações”, afirma.

Luciano complementa que esse investimento em inovação é uma das forças da Thales no Brasil, que já é uma das principais parceiras do Ministério da Defesa no país, sustentando a confiança que a empresa possui também no setor privado. “A LAAD 2023 deve refletir as preocupações de um mundo lidando com pós-isolamento, digitalização acelerada e questões de cibersegurança sob holofotes. A Thales vai mostrar como está preparada para ajudar governos e empresas a enfrentarem esses novos desafios em defesa”, detalha.