Campo Grande (MS) – O Comando Militar do Oeste (CMO) deu início às atividades de seu Espaço Cultural, um ambiente projetado para valorizar a história do Comando e da rica região onde está inserido. O local proporciona uma verdadeira imersão no passado do CMO, levando o visitante a conhecer os principais acontecimentos e personagens que contribuíram para a formação da nacionalidade brasileira e a definição das fronteiras do país.

Experiência imersiva e interativa

O Espaço Cultural foi planejado para despertar os sentidos dos visitantes. A evolução da presença militar na Fronteira Oeste é retratada nas paredes através de uma linha do tempo e ilustrações, criadas para serem compreendidas de forma intuitiva. Um vídeo complementa as ilustrações, reconstruindo a história do CMO e apresentando episódios como a Retirada da Laguna, a fundação da cidade de Cuiabá, a instalação do Marco Jauru e as origens dos principais Fortes da região.

Aqueles que apreciam tecnologia podem explorar uma tela interativa touch screen que reproduz o livro do CMO. Nela, é possível conhecer as unidades militares que compõem o Comando, ter acesso às especificidades do bioma Pantanal e compreender a missão e a operacionalidade da Instituição, que abrange os estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e a cidade de Aragarças (GO).

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Visitação gratuita e foco na educação

Localizado nas instalações do Forte Pantanal, em Campo Grande (MS), o Espaço Cultural tem visitação gratuita e busca aproximar o cidadão do Exército Brasileiro, uma instituição que preserva e valoriza tradições. Um dos públicos-alvo é o dos alunos das escolas públicas, que terão a oportunidade de conhecer e valorizar o Exército e a contribuição cívica e moral do Comando Militar do Oeste.

article?img id=16585416&t=1683233930892
article?img id=16585417&t=1683233930931
article?img id=16585418&t=1683233930970
article?img id=16585419&t=1683233931011
article?img id=16585420&t=1683233931050
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).