Em uma tarde memorável, a Câmara Municipal de Maceió celebrou o trabalho e a dedicação do Capitão dos Portos de Alagoas, Luciano da Silva Teixeira, conferindo-lhe o prestigiado título de Cidadão Honorário. Esta homenagem não apenas sublinha as incontáveis contribuições do capitão à segurança marítima, mas também ao fortalecimento da comunidade local. A cerimônia refletiu o respeito e a admiração que Maceió tem pelo trabalho desse notável líder.

Legislação e apoio político fortalecem a integração comunitária

blank

A proposta para o título foi articulada pela presidência da SOAMAR Alagoas junto ao vereador Leonardo Dias e aprovada por unanimidade pela casa, como indica o decreto legislativo número 1058. A cerimônia de outorga foi mais do que um mero protocolo; representou um ato de reconhecimento político e social do impacto positivo de figuras militares na teia comunitária e no desenvolvimento regional. Este tipo de integração destaca a relevância da colaboração entre as forças armadas e as esferas civil e política.

Um comandante entre a comunidade e a ação

Durante a cerimônia, o ajudante da Capitania dos Portos, Capitão de Corveta Alberici, destacou a liderança ativa e inspiradora de Teixeira, tanto no mar quanto na educação marítima. Os cursos de ensino profissional marítimo são apenas uma das várias iniciativas que exemplificam seu compromisso não só com a segurança marítima, mas também com a capacitação profissional dos cidadãos de Maceió. A presença e a dedicação do capitão nas etapas de formação destes cursos reforçam seu papel como um líder que valoriza e investe nas pessoas.

História pessoal e conexão com Maceió

O próprio Capitão Luciano Teixeira compartilhou sua trajetória pessoal. Filho de João Teixeira Neto e Elizabeth da Silva Teixeira, ilustram como suas raízes e experiências moldaram seu caráter e liderança. Nascido e criado na Baixada Fluminense, uma área do Rio de Janeiro conhecida por seus desafios sociais, Capitão Luciano destacou em seu discurso: “Cresci num local onde grande parte dos meus amigos de infância, hoje, infelizmente já não estão mais sobre essa Terra.” Este cenário forjou nele a determinação de se sobressair e buscar um futuro melhor através da educação e do serviço.

A relação de Capitão Luciano com Maceió começou em 2002, durante uma viagem de instrução, e foi amor à primeira vista. Ele narra como a cidade o cativou desde o início: “Desde aquele momento, me apaixonei pelo local.” Sua conexão com a cidade se fortaleceu ao longo dos anos e, eventualmente, seu desejo de se mudar para lá se concretizou. “Talvez ali, jogando as palavras para o universo, alguém escutou”, ele refletiu durante a cerimônia, destacando como suas escolhas de carreira o levaram de volta a Maceió, agora como Capitão dos Portos de Alagoas. A história do Capitão Luciano é um testemunho poderoso do impacto da determinação pessoal na construção de uma carreira significativa e no estabelecimento de laços profundos com a comunidade que ele escolheu servir.

Trajetória de Compromisso

Desde o início de sua carreira na Marinha, o Capitão de Fragata Luciano destacou-se por sua liderança e compromisso com a excelência em todas as operações navais. Sua atuação não se limitou às funções típicas de seu cargo; ele foi além, engajando-se ativamente em iniciativas de educação e formação para marinheiros locais, o que teve um impacto direto na empregabilidade e na economia regional.