Rosário do Sul (RS) – O Grupo Aeroterrestre desenvolve anualmente um exercício de adestramento no terreno, com execução de tiro real de Artilharia, em ambiente operacional diferente da região em que está localizado, conhecido como Operação Fronteira. Neste ano, a atividade se desenvolveu no contexto da Operação Coxilha 2022, exercício de adestramento das unidades de Artilharia de Campanha do Rio Grande do Sul, conduzido pelo Comando da Artilharia Divisionária da 3ª Divisão de Exército, no Campo de Instrução Barão de São Borja, em Rosário do Sul, no período de 12 a 15 de setembro.

Durante a operação foi possível realizar diferentes tipos de missões de tiro, promovendo o aprimoramento profissional dos integrantes de todos os subsistemas de Artilharia de Campanha. O exercício contou com o apoio de aeronave da Aviação do Exército, possibilitando o adestramento dos observadores na condução do tiro de Artilharia por plataforma aérea.

Além do Grupo Aeroterrestre, participaram da operação os seguintes Grupos de Artilharia de Campanha (GAC) regulares e Autopropulsado (AP): o 3º GAC AP, o 6º GAC, o 13º GAC, o 19º GAC, o 22º GAC AP, o 25º GAC, o 27º GAC e o 29º GAC AP, além dos Pelotões de Morteiros Pesados das 3ª e 6ª Divisões de Exército.

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui