blank

As Forças Armadas irão atuar nas eleições municipais de 2020 nas operações de Garantia de Votação e Apuração (GVA) e de apoio logístico. Nesta segunda-feira (09), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou GVA em seis localidades do Amazonas e duas do Mato Grosso do Sul, totalizando 599 localidades, até o momento.

Cerca de 28 mil militares atuarão no primeiro turno das eleições para transporte das urnas eletrônicas e dos agentes eleitorais aos locais de difícil acesso. Esse apoio logístico ocorrerá em 104 localidades.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

As viaturas, aeronaves e embarcações serão empregadas nas localidades indicadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a partir da manifestação dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

“Temos como característica das Forças Armadas a prontidão e a rápida resposta. Então, isso faz com que estejamos preparados para qualquer demanda. Inclusive teremos tropas em reserva, aeronaves e navios preparados para responder imediatamente”, ressaltou o Gerente da Sessão de Operações Complementares do Ministério da Defesa, Capitão de Mar e Guerra Walter Marinho

O apoio da Marinha, do Exército e da Aeronáutica para segurança do processo eleitoral foi homologado em Diretriz Ministerial do Ministério da Defesa. A determinação corresponde ao dispositivo do Código Eleitoral (Lei nº 4.937/1965, art. 23, inciso XIV), que prevê a participação da força federal em operações eleitorais.

As informações são do Ministério da Defesa.