Resende (RJ) – A Força de Prontidão do Grupamento de Unidades Escola / 9ª Brigada de Infantaria Motorizada realizou a Operação Punho de aço, terceiro exercício de campanha de preparação da Força-Tarefa De Guerra para a certificação. A operação ocorreu no período de 21 a 26 de julho, no Campo de Instrução da Academia Militar das Agulhas Negras, com um efetivo de 865 militares.

A Força-Tarefa De Guerra é integrada por todas as organizações militares da 9ª Brigada de Infantaria Motorizada. Todas as funções de combate estão representadas: elementos de combate, apoio ao combate e apoio logístico.

O exercício ocorreu em um quadro de defesa externa. A Força-Tarefa De Guerra preparou sua posição defensiva, organizando o terreno, lançando os obstáculos de engenharia, integrados ao planejamento de fogos. Foram conduzidos diversos problemas militares simulados, tais como recepção e processamento de refugiados, trato com desertores e prisioneiros de guerra, ensaios de contra-ataques para restabelecimento da posição e a evacuação de feridos. Ao final, a Força-Tarefa demonstrou o seu elevado grau de comprometimento com sua preparação após intensas 12 semanas de instrução.

Fonte: 9ª Brigada de Infantaria Motorizada

Marcelo Barros, com informações e imagens do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui