A equipe de Paraquedismo da Força Aérea Brasileira (FAB), carinhosamente conhecida como “Falcões”, está intensificando seus treinamentos na cidade de Guaratinguetá (SP). O objetivo? Brilhar no Campeonato Nacional das Forças Armadas, que ocorrerá entre os dias 12 e 19 de outubro, no Aeroclube de Guaratinguetá. A expectativa é grande, e os atletas estão focados em alcançar o topo do pódio.

Recentes Conquistas

374523903 793911902744044 833092028750025476 n

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Recentemente, nos dias 18 e 20 de setembro, os Falcões mostraram seu talento e habilidade no Campeonato Brasileiro de Paraquedismo Clássico, realizado no Aeroclube de Resende (RJ). A dedicação e o treinamento árduo renderam à equipe diversas medalhas em várias categorias, consolidando ainda mais o nome dos Falcões no cenário nacional de paraquedismo. O Tenente Especialista em Fotografia Rodrigo Gonçalves, que também é integrante da Federação Carioca de Salto Livre, expressou sua gratidão pelo desempenho e organização do evento, destacando a seriedade e lealdade de todos os envolvidos.

Demonstração para o Público

Além das competições, os Falcões também têm o prazer de se apresentar ao público. No dia 17 de setembro, a equipe marcou presença no Domingo Aéreo da Academia da Força Aérea, em Pirassununga (SP). O evento, que celebrou os 150 anos do nascimento do Pai da Aviação, Alberto Santos Dumont, contou com uma impressionante demonstração de salto livre dos Falcões para um público de mais de 50 mil pessoas, mostrando a paixão e a dedicação com que estes militares exercem sua profissão.

Uma História de Sucesso

A trajetória da equipe de Paraquedismo da FAB é repleta de conquistas e desafios. Criada em 1969, na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR) em Guaratinguetá, a equipe inicialmente era conhecida como “Boinas Azuis”. Ao longo dos anos, os Falcões participaram de diversas competições, tanto nacionais quanto internacionais, como o Conselho Internacional de Desporto Militar em Dubai, nos Emirados Árabes. Em 2007, a equipe adotou o nome “Falcões”, e desde então, tem representado com excelência a Força Aérea Brasileira em competições de paraquedismo.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).