Objetivando a integração regional com as tropas dos países amigos na tríplice fronteira, no dia 15 de maio, o Comando de Fronteira Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva (CFSOL/8º BIS) apoiou o Curso de Formação de Forças Especiais do Exército Colombiano. Este apoio simboliza a crescente cooperação e amizade entre as forças militares do Brasil e da Colômbia, essenciais para a segurança e estabilidade da região.

Treinamento em Sobrevivência na Selva

Durante o curso, foram ministradas instruções básicas de sobrevivência na selva, cobrindo tópicos essenciais para operações em ambientes hostis. As instruções incluíram:

  • Armadilhas (trampas): Técnicas para capturar animais silvestres, garantindo sustento em áreas remotas.
  • Métodos de obtenção de água (métodos de obtención de agua): Ensinaram formas eficientes de localizar e purificar água na selva.
  • Fogo e fogões (fuego y fogón): Demonstrações de acendimento de fogo utilizando recursos naturais, crucial para cozinhar e aquecer.
  • Construção de abrigos (refugios): Técnicas para construir abrigos seguros e confortáveis usando materiais encontrados na selva.
  • Alimentos de origem vegetal (alimentos de origen vegetal): Identificação e preparo de plantas comestíveis, fundamentais para a nutrição em missões prolongadas.

Colaboração Internacional

Com esse apoio, o Exército Brasileiro, por meio do CFSOL/8º BIS, reafirma seu compromisso em manter firmes os laços de amizade e cooperação com as forças militares colombianas. A troca de conhecimentos e experiências fortalece as capacidades de ambas as forças, promovendo a segurança regional e a preparação conjunta para enfrentar desafios comuns.

Importância da Integração Regional

A integração entre as forças armadas do Brasil e da Colômbia na tríplice fronteira é um passo importante para garantir a segurança e a estabilidade na região amazônica. A cooperação mútua permite uma resposta mais eficaz a ameaças como o tráfico de drogas, crimes ambientais e outras atividades ilegais que afetam ambos os países. Além disso, o intercâmbio de técnicas e táticas entre os exércitos contribui para a formação de militares mais preparados e resilientes.

Apoio do Comando de Fronteira Solimões

O apoio do Comando de Fronteira Solimões ao curso de formação de forças especiais colombianas demonstra o compromisso do Exército Brasileiro em promover a paz e a segurança através da cooperação internacional. A presença do CFSOL/8º BIS em eventos como este fortalece a imagem do Brasil como um parceiro confiável e solidário nas questões de defesa e segurança.

Exército Brasileiro: Braço Forte, Mão Amiga

O lema do Exército Brasileiro, “Braço Forte, Mão Amiga”, reflete o espírito de cooperação e solidariedade que guia suas ações. Ao apoiar o Exército Colombiano, o Brasil mostra sua disposição em ajudar os países vizinhos, compartilhando conhecimentos e habilidades que são vitais para a sobrevivência e o sucesso em operações militares na selva.