Nesta quarta-feira, a Operação Taquari 2 completa 30 dias de intensos trabalhos no Rio Grande do Sul, onde as fortes chuvas afetaram 471 municípios. Desde 30 de abril, o Exército Brasileiro trabalha em conjunto com voluntários e órgãos públicos no apoio à população atingida. As principais ações incluem resgates, transporte de desalojados, instalação de Hospitais de Campanha e distribuição de donativos.

Resposta Rápida e Coordenada

Em resposta imediata à crise, o Ministério da Defesa ativou o Comando Operacional Conjunto Taquari 2, sob o comando do General de Exército Hertz Pires do Nascimento, Comandante Militar do Sul. A força-tarefa, que começou suas atividades no dia 29 de abril, opera dia e noite para apoiar os municípios em calamidade.

Ações de Resgate e Suporte

blank

As primeiras ações envolveram resgates a vítimas usando aeronaves, botes e viaturas blindadas Guarani. Helicópteros têm sido essenciais para resgates rápidos, operando até durante a madrugada com óculos de visão noturna de alta tecnologia. Além disso, mais de 72 mil pessoas e 10 mil animais foram resgatados até o momento.

Hospitais de Campanha

A instalação de Hospitais de Campanha tem sido crucial, com mais de 15 mil atendimentos realizados. O município de Estrela foi o primeiro a receber essa estrutura, apoiada por equipes médicas do Hospital Militar de Área de Porto Alegre e da Policlínica Militar de Porto Alegre. Ao todo, 13 Hospitais de Campanha das Forças Armadas estão operando no estado.

Engenharia Militar

A Engenharia Militar tem garantido a mobilidade, trabalhando na abertura de passagens, transposição de cursos d’água e lançamento de pontes temporárias. Esse trabalho tem sido vital para reconectar regiões isoladas.

Apoio de Quartéis de Todo o Brasil

Militares de várias partes do Brasil estão contribuindo. O 5º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado de Santa Catarina transportou médicos e socorristas para Eldorado do Sul, enquanto a 15ª Companhia de Engenharia de Combate Mecanizada trabalhou na desobstrução de vias em São Valentim, em Santa Maria.

Tecnologia e Logística

O Comando de Aviação do Exército em Taubaté disponibilizou drones Matrice 300 RTK e pessoal especializado para apoiar resgates e planejamento logístico. Esses drones possuem câmeras com zoom de 200x e visão termal. Além disso, 150 dispositivos de conexão à internet via satélite foram enviados para restabelecer a conectividade.

Entrega de Suprimentos

A Brigada de Infantaria Pára-quedista, vinda do Rio de Janeiro, realizou lançamentos aéreos de suprimentos em São Jerônimo, uma solução logística essencial para áreas isoladas. O Comandante do Exército destacou a importância dessa ação para auxiliar a população.

Apoio Espiritual

Capelães Militares também estão presentes, oferecendo assistência religiosa e conforto espiritual. Em Porto Alegre, o padre Lucas Antônio, Capelão do Comando Militar do Sul, visita abrigos levando palavras de esperança.

Solidariedade Nacional

O Exército está transportando milhares de toneladas de donativos de todo o Brasil para o Rio Grande do Sul. De Brasília, partiram mais de 600 toneladas de alimentos, roupas, medicamentos e itens de higiene. O Comandante do Exército enfatizou que essa operação logística demonstra o espírito de solidariedade do povo brasileiro.

A pronta resposta do Exército e o alto nível de adestramento das tropas permitiram um apoio eficiente à população desde o primeiro dia da calamidade. A Operação Taquari 2 continua sendo um exemplo de dedicação e eficiência das Forças Armadas Brasileiras.