O Exército Brasileiro, através do Comando Militar do Nordeste, tem papel fundamental na realização da Operação “Velho Chico” do Projeto Rondon, coordenada pelo Ministério da Defesa em colaboração com o Governo do Estado de Pernambuco. A parceria foi oficializada hoje, 26 de abril, no Palácio Campo das Princesas, consolidando um esforço conjunto para impulsionar o desenvolvimento regional e a formação cidadã de jovens universitários.

Acordo de Cooperação e Suporte Militar

blank

A assinatura do acordo de cooperação foi realizada pela Chefe do Executivo Estadual, Raquel Teixeira Lyra Lucena, e pelo General de Divisão William Georges Felippe Abrahão, Diretor do Departamento de Projetos Sociais do Ministério da Defesa. O 72º Batalhão de Infantaria de Caatinga, situado em Petrolina/PE, será a unidade responsável por fornecer o apoio logístico e administrativo necessário para a realização das atividades do Projeto Rondon.

Objetivos e Alcance da Operação “Velho Chico”

A Operação “Velho Chico” acontecerá em julho de 2024, envolvendo 252 professores e estudantes universitários de 24 Instituições de Ensino Superior de várias regiões do Brasil. Estes voluntários atuarão em 12 municípios de Pernambuco, desenvolvendo projetos que visam o desenvolvimento sustentável das comunidades locais através do emprego de habilidades acadêmicas em diversas áreas de conhecimento.

Impacto Social e Formação de Lideranças

O Projeto Rondon é conhecido por seu profundo impacto social, contribuindo significativamente para a formação da cidadania e para a inclusão social. Ao proporcionar soluções sustentáveis que atendem às necessidades locais, o projeto reduz desigualdades regionais e fortalece a soberania nacional. Além disso, desempenha um papel crucial na formação profissional e pessoal dos universitários envolvidos, preparando-os para serem líderes conscientes e responsáveis no futuro.