Espiões dos EUA dizem que China está construindo armas espaciais

blank

A comunidade de espiões dos Estados Unidos emitiu um alerta de que a China está construindo armas espaciais e tomando medidas para tornar o espaço um local mais bélico. Hoje, os americanos vêm os asiáticos como a maior ameaça à sua soberania na órbita da Terra.

O novo relatório foi batizado de Avaliação de Risco Global e divulgado na semana passada pelo Escritório do Diretor de Inteligência Nacional (ODNI). No documento, é detalhado um aumento na atividade militar e comercial chinesa no entorno do nosso planeta.

Um dos maiores temores de analistas americanos do setor de defesa é a capacidade crescente dos chineses de disparar satélites do céu com mísseis ou desativá-los com uso de lasers. Caso as informações da inteligência americana se confirmem, isso acende um sinal amarelo nos militares americanos e coloca os chineses como uma ameaça concreta em eventuais conflitos futuros.

Liderança ameaçada

Apesar da questão do armamento do espaço seja preocupante para os Estados Unidos, o que o relatório destaca é que a China está focada em tirar dos americanos a liderança global em operações espaciais, pesquisas, e outras questões relacionadas à órbita da Terra.

“Acho que não há dúvida, de modo geral, de que a China está focada em alcançar a liderança no espaço”, declarou a diretora da ODNI, Avril Haines, a legisladores dos EUA. “Na verdade, em comparação com os Estados Unidos e tem trabalhado duro em uma variedade de esforços diferentes nesta área para tentar contestar o que se presume nossa liderança”, completou Haines.

Recentemente, a China anunciou uma parceria com a Agência Espacial Russa, a Roscosmos, que é atualmente uma das maiores parceiras da Nasa, para a construção de uma nova estação de pesquisa na Lua para competir com a Estação Espacial Internacional.

Com informações do Olhar Digital, Futurism e Defense News

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

Receba nossas notícias em tempo real através dos aplicativos de mensagem abaixo:

blank
WHATSAPP: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui