Brasília (DF)  O Comando de Operações Terrestres participou, no período de 3 a 7 de outubro, do Curso de Preparação para o Comando, Chefia e Direção de Organizações Militares e Postos Médicos de Guarnição (CPCOM) 2022. A atividade, realizada pelo Estado-Maior do Exército (EME), teve o objetivo de capacitar os oficiais nomeados para ocuparem cargos e desempenharem funções relativas ao comando, chefia e direção de organizações militares do Exército, no que se refere à gestão pública e peculiaridades dos órgãos de direção setorial e órgãos de assistência direta e imediata ao Comandante do Exército.

O Comandante de Operações Terrestres, General de Exército Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, durante a abertura das instruções do Comando de Operações Terrestres, reforçou que a defesa da Pátria é a responsabilidade máxima de todos os membros da Força Terrestre, se traduz no preparo e no emprego da Força Terrestre e se apoia em uma doutrina moderna. Ele ainda transmitiu  orientações aos futuros comandantes, chefes e diretores de organizações militares.

Os oficiais-generais do COTER realizaram apresentações no curso, com informações pertinentes aos assuntos da Chefia do Emprego, da Chefia do Preparo, da Chefia de Missões de Paz, Aviação e IGPM e do Centro de Doutrina do Exército.

No dia 6 de outubro, os palestrantes apresentaram instruções peculiares relacionadas ao Comando de Organizações Militares Operacionais e Centros de Instrução. A jornada foi encerrada com a visita ao Centro de Comando e Controle da Força Terrestre (CC2FTer) e ao Espaço de Trabalho e Interativo de Doutrina (ETID), oportunidade para os participantes conhecerem o COTER e estreitarem laços que renderão bons frutos no próximo período de comando.

Fonte: COTER

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui