O Exército abriu recentemente um processo (Chamada Pública de Solicitação de Informações) para modernizar os antigos blindados Cascavel. O negócio é tocado pela Diretoria de Fabricação, órgão do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

“A chamada pública tem por finalidade dar início ao processo de Solicitação de Informações (Request for Information – RFI) junto às empresas, consórcios, sociedades de propósito específico ou outras formas de associação de empresas interessadas em participar do Projeto de Modernização da VBR EE-9 Cascavel”, registra o órgão.

Quem acompanha o processo no Exército, diz que a China entrou com tudo no negócio. Até uma empresa do setor de Defesa aqui no Brasil foi comprada pelos chineses que tentarão entrar no negócio.

Fonte: VEJA

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).