No dia 9 de fevereiro, o mausoléu do Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, localizado no Aterro do Flamengo, foi palco de uma celebração ecumênica em honra de Frei Orlando, capelão militar e herói da Força Expedicionária Brasileira (FEB). Coordenado pelo Comando Militar do Leste, o evento reuniu militares de diversas vertentes religiosas, das guarnições do Rio de Janeiro e Niterói, em um ato de reverência e memória.

O Legado de Frei Orlando e a Assistência Religiosa no Exército

A celebração enfatizou a trajetória heroica de Frei Orlando, que tombou nos campos de batalha da Itália, e o papel vital do Serviço de Assistência Religiosa do Exército. Reflexões sobre sua vida e legado foram propostas pelo General de Brigada Sibinel, Diretor do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército, e pelos capelães militares, tanto da ativa quanto veteranos, ressaltando a importância da fé e da espiritualidade para os militares.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A Cerimônia de Aposição da Corbélia de Flores

WhatsApp Image 2024 02 09 at 211339 2

Um dos momentos mais simbólicos do evento foi a aposição da Corbélia de flores no busto de Frei Orlando, realizada pelas autoridades e militares trajados com uniformes históricos. Esta homenagem, carregada de significados, destacou o respeito e a admiração pelo sacrifício do capelão e pelo serviço prestado por ele e por muitos outros no campo de batalha.

Serviço de Assistência Religiosa: Uma Instituição de Suporte e Fé

O Serviço de Assistência Religiosa do Exército, regulamentado pela Lei Nr 6.923, de 29 de junho de 1981, desempenha um papel crucial na manutenção da fé e da moral dos militares, servidores civis e suas famílias. Este serviço é fundamental para as atividades de educação moral nas Forças Armadas, proporcionando suporte espiritual e emocional indispensável.

O Mausoléu: Um Lugar de Memória e Homenagem

O mausoléu, onde repousam os restos mortais de Frei Orlando e dos pracinhas brasileiros, é um espaço sagrado de memória e respeito. Localizado no subsolo do Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, ele é aberto à visitação e simboliza o tributo aos brasileiros que lutaram e tombaram na Itália, trazendo seus restos mortais de volta ao país.

Preservando a Memória e o Legado dos Heróis Brasileiros

WhatsApp Image 2024 02 09 at 211342 1

Este evento ecumênico não apenas honrou Frei Orlando e o Serviço de Assistência Religiosa do Exército, mas também reforçou a importância de preservar a memória e o legado dos heróis brasileiros da Segunda Guerra Mundial. O mausoléu no Aterro do Flamengo continua a ser um lugar onde o sacrifício, a coragem e o espírito de serviço dos brasileiros são eternamente lembrados e respeitados.