Um módulo logístico desatracou do Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia em 18 de março, com destino a Estirão do Equador (AM), para transportar insumos essenciais às obras de implantação de via de trafegabilidade do 4º Pelotão Especial de Fronteira. A missão, de grande vulto e inédita no âmbito do Exército Brasileiro, envolve o transporte de 1.925 toneladas de materiais por cerca de 2.100 km de via fluvial.

Objetivo estratégico

O transporte dos materiais visa otimizar as missões logísticas e de combate para a manutenção da soberania nacional na faixa de fronteira. Os insumos serão utilizados pelo 2º Grupamento de Engenharia, que coordena as obras de implantação da via de trafegabilidade em Estirão do Equador (AM).

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Módulo logístico de transporte

O módulo logístico de transporte é composto pelo empurrador Piquiatuba II, do 8° Batalhão de Engenharia de Construção, e pelas balças JMS Carvalho e Camorime. Este é o primeiro dos dois módulos logísticos previstos para navegarem até a região. Ao término da missão, o total de insumos a serem transportados será de cerca de 3.600 toneladas.

Participação de autoridades

O Comandante da 12ª Região Militar, General de Divisão Carlos André Alcântara Leite, o Comandante do 2º Grupamento de Engenharia, General de Brigada Ivan Alexandre Corrêa Silva, e o Comandante do Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia, Tenente-Coronel Charles Davidson Soares Bitencourt, participaram do briefing e da partida da tripulação.

article?img id=16548291&t=1679337296623
article?img id=16548292&t=1679337297291
article?img id=16548293&t=1679337298113
article?img id=16548294&t=1679337298819
article?img id=16548295&t=1679337299583
article?img id=16548296&t=1679337300361
article?img id=16548297&t=1679337301074
article?img id=16548298&t=1679337301836
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).