A atualização de conhecimentos e a padronização de procedimentos para o emprego do Sistema de Planejamento Operacional Militar, o SIPLOM, contemplaram as atividades do 1º Estágio de Capacitação de Instrutores das Escolas de Altos Estudos Militares para Emprego desse Sistema. A cargo da Chefia de Operações Conjuntas do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas do Ministério da Defesa, a capacitação ocorreu de 7 a 11 de junho e contou com a participação de Oficiais instrutores da Escola de Guerra Naval (EGN), da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME) e da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).

O evento, conduzido pela Subchefia de Comando e Controle do Ministério da Defesa, propiciou condições necessárias para que os Corpos Docentes das Escolas de Altos Estudos Militares atuem como núcleos multiplicadores dos conhecimentos referentes à utilização do SIPLOM. A capacitação também assegurou conhecimentos necessários para que os instrutores utilizem o Sistema em favor das disciplinas relacionadas às Operações Conjuntas, nos correspondentes cursos de altos estudos.

MD_20210615_Capacitacao2.jpeg

O Estágio foi sediado nas dependências da ECEME e contou com o apoio do Centro de Análises de Sistemas Navais (CASNAV). Esse Centro é responsável pelo desenvolvimento do Sistema e deu início ao conjunto de medidas para a sua divulgação no âmbito do Ministério da Defesa e das Forças Singulares.

Fotos: Divulgação

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui