A Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO) e a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), tradicionais instituições de ensino militar do Brasil, presenciaram um marco significativo em sua história. No dia 24 de novembro, militares conhecidos como “Calções Pretos”, associados à Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx), destacaram-se por suas conquistas notáveis.

Conquistas Destacadas em Cursos de Aperfeiçoamento

No Curso de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército (CPEAEx), o Coronel Aita, ex-Comandante da EsEFEx, alcançou o reconhecimento máximo por seu desempenho exemplar. Esta conquista reafirma a preparação e a capacidade dos oficiais formados pela instituição.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

No Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais, os resultados foram igualmente impressionantes. O Capitão Lucas Coelho e o Capitão Toescher, ambos ex-instrutores da EsEFEx, obtiveram a primeira colocação nos Cursos de Artilharia e Cavalaria, respectivamente. Adicionalmente, o Capitão Yuri Melo, aluno do Curso de Instrutor de 2017, destacou-se como primeiro colocado no Curso de Logística.

O Legado do Calção Preto

Os “Calções Pretos” simbolizam uma tradição de excelência e dedicação no Exército Brasileiro. O título é mais do que um uniforme: representa um legado de disciplina, comprometimento e superação. O Centro de Capacitação Física do Exército expressa seu orgulho e honra ao destacar esses militares que, através de uma cultura de alta performance, contribuem significativamente para o Exército Brasileiro e elevam o padrão de qualidade e competência.

Um Futuro Promissor

As conquistas dos “Calções Pretos” na EsAO e na ECEME não são apenas um feito individual, mas sim um reflexo do alto nível de instrução e preparo oferecido pela EsEFEx. Este sucesso prenuncia um futuro promissor para o Exército Brasileiro, fortalecido por líderes bem preparados e dedicados à excelência.

Conclusão: Celebrando o Sucesso e a Tradição

“Vida Longa ao Calção Preto” ecoa não apenas como um lema, mas como um reconhecimento ao esforço e dedicação desses oficiais. As conquistas na EsAO e na ECEME reforçam a importância de manter e cultivar a cultura de excelência que define os Calções Pretos, contribuindo para um Exército Brasileiro cada vez mais forte e capaz.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).