Dedicação, persistência e foco fizeram parte da rotina de 205 jovens, que agora integram a Turma Árion e tornam-se Cadetes da Aeronáutica. Como marco da conquista, os alunos receberam o espadim, nesta sexta-feira (09), na Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga, São Paulo. O Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, compareceu ao evento, ao lado do Presidente da República, Jair Bolsonaro.

Após o primeiro semestre de estudos, receber o espadim, símbolo do Cadete, representa o êxito dos novos alunos, com o ingresso na Academia da Força Aérea. A partir de agora, eles são oficialmente cadetes e vão cursar mais três anos e meio na Academia. Eles escolhem a especialização que querem seguir: Ciências Aeronáuticas, com habilitação em Aviação Militar, Ciências da Logística, com habilitação em Intendência da Aeronáutica, e Ciências Militares, com habilitação em Infantaria da Aeronáutica. Entre os 205 alunos, há 34 mulheres, sendo que 13 querem ser aviadoras e 24, intendentes.

IGS_8658.jpg

Na ocasião, o Ministro da Defesa parabenizou os estudantes, aprovados em disputado exame de admissão nacional. “O sucesso nessa empreitada reside em buscar o contínuo aprimoramento intelectual, a higidez física e o fortalecimento dos valores éticos e morais”, ressaltou.

Os jovens receberam o espadim das mãos dos seus padrinhos e madrinhas, orgulhosos pela conquista dos afilhados. O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, lembrou que, “nos próximos anos, muitos degraus serão colocados em seus caminhos. O que exigirá de cada um resiliência, perseverança e espírito de renúncia”.

Estiveram presentes na cerimônia o Vice-Presidente da República, Antonio Hamilton Martins Mourão; o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos; o Comandante da Escola Superior de Guerra, Luis Roberto do Carmo Lourenço, ministros, deputados e demais autoridades.

autoridades.jpg

Primeiros colocados

A Turma Árion é composta por 138 aviadores, 42 intendentes e 22 infantes. O Cadete Renan Pavan Sá foi o primeiro colocado no Curso de Formação de Oficiais Aviadores. Ele contou que sempre foi maravilhado pela aviação e viu na Força Aérea a concretização de um sonho. “Eu espero continuar descobrindo todas as possibilidades incríveis que a Força Aérea pode proporcionar. Pretendo continuar me esforçando para fazer valer tudo que está sendo investido na formação de todos que optaram por seguir essa nobre carreira”, disse.

A Intendência teve como primeiro colocado o Cadete Davi Spinelli Mariano. Seu avô, que já foi sargento da Marinha, foi sua inspiração para tornar-se militar. “A jornada não foi fácil. Foram horas de muito estudo para conseguir alcançar a primeira colocação”, contou.

Já o Cadete Vitor Hugo Garcia Moreira obteve a primeira colocação na área de Infantaria. “Sinto-me muito lisonjeado com essa oportunidade. A AFA sempre me encheu os olhos e, agora que estou aqui, posso ver o quão grandiosa ela é, assim como a FAB”, disse ele.

IGS_8658.jpg

Homenagem

A Turma Árion foi assim denominada por representar o mais veloz dos seres alados da mitologia grega. Integram esse grupo de alunos três cadetes estrangeiros, oriundos do Senegal, Benin e Togo, países do continente africano.

Fotos: Igor Soares

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui