blank

Marabá (PA) – O Comando Militar do Norte (CMN) coordenou, no período de 11 a 15 de julho, o Exercício de Simulação Construtiva, com a participação do Comando de Operações Terrestres (COTER) e da 23ª Brigada de Infantaria Selva (23ª Bda Inf Sl), realizado no Simulador de Adestramento de Comando e Estado-Maior (SIMACEM) do Centro de Adestramento – Leste (CA-Leste), no Rio de Janeiro (RJ).

O Exercício do tipo simulação construtiva, também conhecido por “Jogos de Guerra”, teve por finalidade o adestramento do estado-maior da 23ª Bda Inf Sl e das organizações militares diretamente subordinadas, por intermédio da execução de tarefas no Simulador de Comando e Estado-Maior.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O termo “Jogos de Guerra” refere-se a um exercício tático envolvendo tropas e todo o material bélico de dotação, operando sistemas simulados, controlados por agentes reais, normalmente numa situação de comandos constituídos. A ênfase dessa modalidade é na interação entre agentes, divididos em forças oponentes que se enfrentam, reagindo a problemas militares apresentados sob o controle de uma direção de exercício. Seu emprego principal é no adestramento de comandantes e estados-maiores, no processo de tomada de decisão, e no funcionamento de postos de comando e de sistemas de comando e controle, utilizando o software do Sistema COMBATER.

COMBATER é um simulador construtivo para exercícios de simulação, desenvolvido a partir do software francês Sword, pela empresa RustCon. O Combater pode ser utilizado em exercícios de nível unidade, brigada e divisão. Permite simular operações de combate nos diversos ambientes operacionais do território nacional, de acordo com a doutrina militar do Exército Brasileiro.

Ao término da Simulação Construtiva, foi realizada uma análise pós-ação, que teve como finalidade explorar as lições apreendidas, as melhores práticas, os pontos fortes e as oportunidades de melhoria. O SIMACEM colabora com a operacionalidade da Força Terrestre, empregando a simulação construtiva e auxiliando no adestramento do alto escalão por meio do cenário digital.

Fonte: Comando Militar do Norte