A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que já está adotando medidas preventivas nos voos vindos do Reino Unido, com o intuito de amenizar o risco de a variante da covid-19 que circula naquele país entrar em território nacional. As ações estão sendo implementadas na chegada nos aeroportos de Guarulhos (SP) e Galeão (RJ).

Entre as ações, estão as de restrições de acesso ao Duty Free; o monitoramento dos procedimentos de limpeza e desinfecção da aeronave; a solicitação de informações sobre os passageiros e tripulantes à empresa aérea; o acompanhamento do trânsito dos passageiros até a área de imigração, orientando o distanciamento social e evitando a aglomeração.

Além disso, estão sendo feitas leituras de mensagens sonoras na aeronave, já em solo brasileiro, com a presença da autoridade sanitária. Antes do desembarque, as equipes fiscalizarão o interior da aeronave e darão orientações a passageiros e tripulantes sobre o monitoramento dos viajantes em solo nacional por autoridades brasileiras de saúde.

Os procedimentos começaram a ser implementados em um voo que pousou ontem (21) no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão). Segundo a agência, “nenhum passageiro ou tripulante declarou ter sintomas da covid-19”.

Fonte: Agência Brasil

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui