A cidade de Araguari, em Minas Gerais, vive um momento de profunda tristeza com a perda de seu último ex-combatente da II Guerra Mundial, Marinho Teodoro da Silva. Esta é uma notícia que ecoa com o sentimento de pesar, não apenas para sua família e amigos, mas para toda a nação brasileira. Marinho, um ícone da Força Expedicionária Brasileira (FEB), nos deixou na tarde do dia 29 de agosto de 2023, após uma breve internação no Hospital São Sebastião.

Trajetória de um Herói Nacional

Nascido em Anhanguera, Goiás, Marinho fixou raízes em Araguari em 1923. Sua vida foi marcada pela bravura e dedicação ao país quando, em 10 de dezembro de 1942, foi convocado para o 6º Batalhão de Caçadores da 3ª Brigada de Infantaria. Durante esse período crucial da história mundial, Marinho desempenhou um papel vital na vigilância e segurança do litoral, estendendo-se de Santos a Iguape. Durante sua atuação, de dezembro de 1942 a abril de 1945, ele participou ativamente de operações bélicas, simbolizando o mais alto grau de patriotismo na luta pela liberdade e democracia.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Amor por Araguari e Reconhecimento pelo 2° Batalhão Ferroviário

Para além de suas condecorações e bravura em combate, Marinho carregava no peito um amor incomensurável por Araguari, cidade que o acolheu e que ele adotou como sua. Seu orgulho era evidente, especialmente durante sua participação em eventos cívicos-militares do 2º Batalhão Ferroviário. Ele sempre se fez presente, transmitindo a paixão e a história vivida por todos aqueles que lutaram lado a lado por um Brasil e um mundo melhores.

Homenagens e Condolências

O adeus a Marinho Teodoro da Silva é, sem dúvida, um dos momentos mais emocionantes para a cidade e para o Brasil. Ele foi não apenas um soldado, mas um verdadeiro herói que simboliza a integridade, coragem e honra de um país. O 2° Batalhão Ferroviário-Batalhão Mauá, em nome de todos os brasileiros, expressa seu profundo pesar e solidariedade à família de Marinho, reiterando seu legado como exemplo de cidadania e heroísmo.

Com informações do Instagram @feb.brasil

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).