Em um esforço heroico sob as condições adversas das chuvas intensas no Rio Grande do Sul, a Força Aérea Brasileira (FAB) demonstrou mais uma vez seu compromisso inabalável com a segurança e o bem-estar dos cidadãos brasileiros. Na noite de quarta-feira, 8 de maio, equipes de resgate da FAB realizaram missões críticas de transporte aéreo de emergência para crianças que necessitavam de cuidados médicos urgentes.

RESGATE VITAL EM SANTA CRUZ DO SUL

blank

O Esquadrão Pantera (5°/8° GAV) executou uma operação de resgate em Santa Cruz do Sul, salvando uma criança de oito anos, portadora de câncer, que enfrentava uma grave infecção. Devido à gravidade de seu estado, a menina foi transportada rapidamente para o Hospital da Criança em Porto Alegre, onde pôde continuar seu tratamento e a quimioterapia necessária. Esta ação rápida foi vital para garantir a continuidade de seu tratamento em um centro especializado, destacando a eficiência e a prontidão da equipe envolvida.

ASSISTÊNCIA EMERGENCIAL A MAIS CRIANÇAS

Na mesma noite, o Esquadrão Pelicano (2°/10° GAV) conduziu outra operação crítica, resgatando quatro crianças de Eldorado do Sul. Estas crianças, também em condições críticas de saúde, foram transportadas para Porto Alegre para receber tratamento médico imediato. As operações simultâneas sublinham a capacidade da FAB de responder a múltiplas emergências em um curto espaço de tempo, uma capacidade que salva vidas.

COMPROMISSO CONTÍNUO DA FAB

Estas missões refletem o lema da Força Aérea Brasileira: “SEMPRE PRESENTE ONDE O BRASIL PRECISAR!” Demonstrando não apenas a versatilidade e a prontidão das forças armadas, mas também seu papel essencial em proteger a população, especialmente em momentos de crise. A capacidade de realizar resgates aéreos e proporcionar transporte médico de emergência é um componente crucial da resposta da FAB a desastres naturais e situações de emergência médica.

Marcelo Barros, com informações da Agência Força Aérea
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).