Comandante Jambo com a Profª Rosa Maria Arantes que palestrou sobre o Projeto MEDIANTAR

No dia 2 de outubro de 2023, o Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN) abriu suas portas para o 2º Simpósio Naval do Desempenho Físico do Combatente (SNDFC). Este evento, fruto de uma colaboração intensa entre diversos setores do CEFAN, teve como foco principal discutir e aprofundar os conhecimentos sobre o desempenho humano nas operações militares. Com a liderança da Superintendência de Ensino e do Laboratório de Pesquisa em Ciências do Exercício e Performance (LABOCE), o simpósio buscou preencher lacunas e expandir os temas debatidos no 1º SNDFC, realizado em 2021.

Desempenho do Combatente: Uma Missão Multidisciplinar

O 2º SNDFC não se limitou a abordar apenas a capacitação física dos militares. Ele se aprofundou em aspectos multidisciplinares relacionados ao desempenho humano operacional. Palestras, mesas redondas e apresentações científicas foram organizadas para discutir temas alinhados à Área Temática “Desempenho do Combatente”, prevista na Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação da MB. O Almirante de Esquadra (FN) Carlos Chagas Vianna Braga, ao abrir o evento, enfatizou a crucialidade da capacitação física para o sucesso das missões das Forças Armadas.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Inovação e Tecnologia a Serviço do Militar

DSC 0432
O evento foi liderado pela Superintendência de Ensino e pelo Laboratório de Pesquisa em Ciências do Exercício e Performance (LABOCE) do CEFAN

O público, composto por pesquisadores, docentes, militares e estudantes, teve a oportunidade de se aprofundar em temas inovadores. Entre os assuntos debatidos, destacaram-se o Projeto MEDIANTAR, que aborda desde a fisiologia em ambientes extremos até a gestão da saúde na Antártica. Além disso, foram discutidas tecnologias avançadas para monitorar o combatente em ação, a identificação de perfis operativos e a importância da nutrição, metabolismo e sono para o desempenho ideal. Um tópico de grande interesse foi a marcha com carregamento de carga, essencial para a rotina de muitos militares.

O 2º Simpósio Naval do Desempenho Físico do Combatente reforça o compromisso do Brasil em investir na capacitação e bem-estar de seus militares. Através de eventos como este, o país demonstra sua dedicação em estar na vanguarda da preparação física e mental de seus combatentes, garantindo não apenas sua eficácia em missões, mas também sua saúde e longevidade.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).