No dia 18 de maio, o 4º Pelotão Especial de Fronteira (PEF), subordinado ao Comando de Fronteira Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva (8º BIS), participou da inauguração da Escola Indígena Municipal Dunu Mayuruna na comunidade indígena Flores, situada na calha do Rio Curuçá, município de Atalaia do Norte, Amazonas. A cerimônia contou com a presença do Prefeito de Atalaia e do Cacique Mayuruna, que destacaram a colaboração essencial do Pelotão para a concretização deste projeto educacional.

Contribuição do 4º PEF à Comunidade Indígena

blank

O 4º PEF, alinhado à missão da 16ª Brigada de Infantaria de Selva (16ª Bda Inf Sl) e do Comando Militar da Amazônia (CMA), tem um histórico de respeito e apoio contínuo aos povos indígenas. A participação do Pelotão na inauguração da escola reflete seu compromisso com o desenvolvimento social e educacional das comunidades amazônicas. A nova escola representa um avanço significativo para a educação indígena local, proporcionando um espaço adequado para o aprendizado e a preservação da cultura Mayuruna.

Ações Cívico-Sociais e Saúde

Além de contribuir para a educação, o 4º PEF realiza regularmente Ações Cívico-Sociais (ACISO), oferecendo atendimentos e orientações de saúde às comunidades da região. Essas ações são fundamentais para garantir o bem-estar das populações indígenas, levando serviços essenciais a áreas remotas e de difícil acesso. O apoio do Pelotão inclui consultas médicas, distribuição de medicamentos e campanhas de conscientização sobre saúde preventiva.

Segurança e Proteção da Fronteira

O 4º PEF também desempenha um papel crucial na segurança e proteção da área de fronteira da Amazônia ocidental. A presença militar constante na região assegura a integridade territorial e a proteção das comunidades contra ameaças externas. A colaboração com as autoridades locais e os líderes indígenas fortalece a vigilância e o controle das fronteiras, promovendo um ambiente seguro para todos os habitantes.

Apoio e Reconhecimento

Durante a solenidade, tanto o Prefeito de Atalaia quanto o Cacique Mayuruna expressaram gratidão pela parceria com o 4º PEF, ressaltando a importância do apoio militar no desenvolvimento de projetos comunitários. O reconhecimento público reforça a imagem do Exército Brasileiro como uma força comprometida com o desenvolvimento social e a segurança da região amazônica.