U.S. Army Europe photo by Visual Information Specialist Markus Rauchenberger /

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, anunciou que as Forças Armadas da Ucrânia receberão entre 120 e 140 tanques de modelo ocidental da coalizão formada por 12 países. Os tanques incluem o alemão Leopard 2, o britânico Challenger 2, o norte-americano M1 Abrams e o francês Leclerc. O ministro não forneceu uma data para as entregas, mas disse que Kiev está trabalhando para ampliar o número de países na coalizão e aumentar as contribuições dos membros já comprometidos. A Ucrânia planeja uma contraofensiva para recuperar o território tomado pela Rússia, mas os Estados Unidos pediram que isso seja adiado até que a assistência militar ocidental chegue.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).