Aplicativo “Meu.gov.br” – Prova de Vida Digital

O Serviço de Veteranos e Pensionistas da Marinha (SVPM) iniciou, em 23 de junho, o Projeto Piloto para recadastramento anual remoto por meio de biometria facial, mediante a utilização de dispositivo móvel (celular) – Aplicativo “Meu.gov.br”. O Projeto envolve o Ministério da Defesa/Forças Armadas (MD/FFAA) e a Secretaria de Segurança Digital, com a Integração do Sistema de Veteranos e Pensionistas da Marinha (SVPEM) com o Web Services, do Serviço Federal de Processamento de Dados, por meio de API, já homologada pela Diretoria de Comunicações e Tecnologia da Informação da Marinha. Para realizar o recadastramento por biometria facial será utilizada a base de dados do Departamento Nacional de Trânsito ou do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Aplicativo “Meu.gov.br” – Prova de Vida Digital

Atualmente, cerca de 55% do público-alvo, correspondendo a 77.000 Veteranos/Pensionistas, possuem o cadastro biométrico. O teste do Projeto Piloto englobará, a princípio, os aniversariantes dos meses de maio e junho, totalizando 5.670 CPFs e terá a duração de 30 dias. Foram disponibilizados vídeos institucionais na página da internet do SVPM (www.marinha.mil.br/svpm), com as orientações e procedimentos para a utilização do Aplicativo.

Além da Prova de Vida Digital, haverá outras alternativas para o recadastramento anual, como a presencial nos postos de atendimento do SVPM e por vídeo chamada pelo WhatsApp. Atualmente, a Prova de Vida está suspensa até 30 de junho, sendo intenção do MD postergá-la até 31 de outubro, devido à continuidade dos cuidados na prevenção à proliferação da Covid-19.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).