A Capela Naval recentemente inaugurada contou com recursos de emenda parlamentar do Senador

No dia 5 de abril, a Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará (EAMCE) teve a honra de receber o Senador Luis Eduardo Grangeiro Girão, acompanhado por importantes figuras locais, incluindo o Chefe de Gabinete da Prefeitura de Caucaia, Francisco José Caminha Almeida, e o Capitão dos Portos do Ceará, Capitão de Mar e Guerra Bruno Emilião Pinto. A visita sublinhou o contínuo apoio do Senador Girão às forças armadas, especialmente através de emendas parlamentares que facilitam melhorias significativas nas instalações militares.

Inauguração da Capela Naval

Um dos pontos altos da visita foi o tour pela Capela Naval da EAMCE, um projeto financiado por uma emenda parlamentar do Senador Girão. A capela, que foi recentemente inaugurada, não apenas serve como um espaço de tranquilidade e reflexão para os marinheiros, mas também como um símbolo das contribuições do Senador para o bem-estar dos membros da Marinha.

Discussões Estratégicas sobre Defesa

Após a visita às instalações, um almoço institucional proporcionou uma plataforma para discussões estratégicas, destacando a Proposta de Emenda Constitucional nº 55/2023, apresentada pelo Comandante da EAMCE, Capitão de Fragata Daniel Rocha. Esta proposta sugere a alocação de 2% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro para a área da Defesa, visando fortalecer ainda mais a segurança nacional em um ambiente global cada vez mais desafiador.

Relevância da Proposta para o Brasil

A iniciativa de aumentar os investimentos em defesa é vista como crucial para manter e aprimorar a capacidade operacional das Forças Armadas brasileiras. O Senador Girão e os presentes discutiram o impacto potencial dessa mudança, que não apenas asseguraria recursos suficientes para a modernização e expansão das capacidades militares, mas também promoveria uma maior estabilidade e segurança dentro da região.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).