Entre os dias 13 e 16 de março de 2023, o Comitê de Estudos Especializados em Inteligência da Conferência dos Exércitos Americanos (CEA), Ciclo XXXV (biênio 2022-2023), liderado pelo Tenente-Coronel do Exército do Chile Nicolás Kaiser Onetto, realizou um seminário com o objetivo de debater os desafios enfrentados pela inteligência militar frente às novas ameaças.

article 1 1

Participantes e temas debatidos

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O evento contou com representantes de diversos países, como Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Guatemala, República Dominicana e da Conferência das Forças Armadas Centroamericanas (CFAC), além de oficiais de nações amigas integrantes da Secretaria-Executiva Permanente da CEA. Durante o seminário, foram apresentados diferentes sistemas de inteligência e discutidos o alcance jurídico e os desafios que a Inteligência Militar enfrentará para lidar com as novas ameaças.

Impacto para o “Exército do Futuro”

As conclusões obtidas no seminário serão relevantes para o Ciclo XXXV da CEA, no processo de transformação e preparação do “Exército do Futuro”. O objetivo é expandir a cooperação e a integração diante dos desafios e ameaças que podem afetar a segurança e estabilidade do continente americano, fortalecendo a atuação conjunta dos países participantes.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).