Evento foi realizado por meio da Assistência Religiosa do Com2ºDN

A Marinha do Brasil promoveu, no dia 4 de setembro, a cerimônia de substituição da Bandeira Nacional, na Praça dos Três Poderes, em Brasília (DF). Considerado uma das maiores expressões do turismo cívico do País, o evento marcou o início das comemorações da Semana da Pátria, que, este ano, celebrou também os 200 anos da Independência.

hasteamento da nova bandeira se deu ao som do hino nacional
Hasteamento da nova Bandeira se deu ao som do Hino Nacional, acompanhado de uma bateria de salvas de 21 tiros de canhão

A solenidade foi presidida pelo Presidente da República, acompanhado do Ministro da Defesa e do Comandante da Marinha. Além das autoridades, o público compareceu para prestigiar e manifestar seu patriotismo, incluindo alunos de escolas públicas e do Programa Forças no Esporte, e o Grupo Escoteiro do Mar “Corsários do Cerrado”.

O hasteamento da nova Bandeira aconteceu ao som do Hino Nacional, com o soar de sete vivas em toque de apito marinheiro, seguidos de uma bateria de salvas de 21 tiros de canhão. Já o arriamento da Bandeira substituída foi acompanhado do canto do Hino à Bandeira, com o desfile da Guarda de Honra em sequência.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

banda marcial do corpo de fuzileiros navais forma o nome do pais
Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais formou o nome do País, enquanto executava a canção “Aquarela do Brasil”

A Banda Marcial do Corpo de Fuzileiros Navais encerrou a cerimônia com uma apresentação de dobrados militares e músicas populares. Esse evento acontece todo primeiro domingo de cada mês, conforme revezamento entre Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira e Governo do Distrito Federal.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).