Em um significativo evento de colaboração e intercâmbio de conhecimento, a Escola de Guerra Naval (EGN) teve a honra de receber, no dia 27 de abril, a visita do Secretário-Geral da Organização Marítima Internacional (IMO), Arsenio Antonio Dominguez Velasco. A visita, que contou também com a presença do Representante Permanente do Brasil junto à IMO, Almirante de Esquadra (RM1) José Augusto Vieira da Cunha de Menezes, marca um ponto alto nas relações entre o Brasil e a organização internacional.

Apresentações enriquecedoras e debates produtivos

blank

Durante sua estadia na EGN, o Secretário-Geral da IMO assistiu a uma série de apresentações que destacaram os avanços e os desafios da educação e prática marítima no Brasil. O Diretor da EGN, Vice-Almirante Gustavo Calero Garriga Pires, abriu as sessões com uma exposição detalhada sobre os programas de carreira militar e o Programa de Pós-Graduação em Estudos Marítimos (PPGEM), enfatizando a importância de mestrado e doutorado profissional para o setor.

Em seguida, o Professor Doutor Thauan Santos, também do PPGEM, apresentou uma discussão sobre “Economia Azul no Brasil”, um tema de crescente relevância que explora a sustentabilidade e o potencial econômico dos recursos marinhos. A rodada de apresentações foi concluída por Ana Paula da Costa, da Women’s International Shipping and Trading Association do Brasil (WISTA-Brazil), que destacou o papel da organização na conexão de mulheres líderes do setor marítimo global.

Visita às instalações e interações valiosas

Após as apresentações, o Secretário-Geral teve a oportunidade de conhecer as instalações do Centro de Jogos de Guerra e da Biblioteca da EGN, locais onde estratégias e estudos marítimos são desenvolvidos e aprofundados. A visita proporcionou uma visão prática das capacidades e dos recursos educacionais e estratégicos da Escola.

Presenças ilustres e apoio institucional

O evento contou com a presença de figuras proeminentes como os Almirantes de Esquadra Ilques Barbosa Junior, Sílvio Luís dos Santos, e Paulo Martino Zuccaro, demonstrando o forte apoio institucional e a relevância do encontro para a comunidade marítima e militar do Brasil. Essas interações são fundamentais para fortalecer as relações internacionais e promover a cooperação no âmbito da segurança marítima e da gestão dos recursos oceânicos.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).