Regimento Tiradentes

No dia 4 de dezembro, o 11º Batalhão de Infantaria de Montanha (11º BI Mth) celebrou, sob medidas restritivas em virtude da COVID-19, datas que marcaram a história do batalhão: seu 132º aniversário de criação, 100 anos da Banda de Música, 75 anos de sua participação na 2ª Guerra Mundial e 41 anos de montanhismo militar.

As atividades tiveram início no dia 2 de dezembro, com a apresentação da Banda de Música do Batalhão em uma live, que é uma apresentação transmitida em tempo real, através da internet. Essa atividade marcou os 100 anos da “Banda de Montanha” do Regimento Tiradentes.

Marcando os 75 anos da participação do então 11º Regimento de Infantaria na 2ª Guerra Mundial, o 11º BI Mth realizou a inauguração de placa alusiva à campanha vitoriosa do Brasil naquele grande conflito mundial. Nossos “soldados da paz”, muitos deles filhos de São João del-Rei, cruzaram o Atlântico para combater o nazifascismo na Europa. Hoje, seus feitos são cultuados e presta-se a merecida homenagem ao inaugurar a placa em um local simbólico: a Estação Ferroviária Oeste de Minas, ponto de partida e regresso de nossos heróis.

O batalhão também homenageou a senhora Helena Resende de Faria que, em 1945, confeccionou a bandeira do Brasil conduzida para a Itália. Dona Heleninha, como é carinhosamente conhecida, recebeu a visita de integrantes do 11º BI Mth, que levaram os cumprimentos de todos os militares do Regimento Tiradentes.

O aniversário de 132 anos de criação do 11º BI Mth foi marcado por atividade militar, momento em que sua história foi rememorada. Cabe destacar que o “Onze de Montanha” participou de todas as campanhas travadas pelo Exército Brasileiro no último século.

Encerrando as homenagens aos montanhistas de ontem e de hoje, pelos 41 anos de atividades em terreno operacional de montanha, o Centro de Instrução de Operações em Montanha (CIOpMth) conduziu uma marcha, batizada de “Marcha da Saudade”, percorrendo a Serra do Lenheiro, em São João del-Rei. Aos pioneiros, fica o reconhecimento do Regimento Tiradentes, por permitirem que o 11º BI Mth se tornasse a Unidade difusora da doutrina do Combatente de Montanha.

blank

Fonte: 11º BI Mth
Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui