O Quartel-General do Exército (QGEx), em Brasília, sediou, entre os dias 12 e 14 de julho, a 11ª Reunião de Adjuntos de Comando do Alto Comando do Exército (RACACE). Realizado anualmente, o evento teve o objetivo de discutir o desenvolvimento da carreira dos sargentos e os novos rumos da função de adjunto de comando.

Participaram da reunião, seja de forma presencial, seja de forma remota, adjuntos de comando dos oito Comandos Militares de Área e de organizações militares do Alto Comando do Exército. O Comandante do Exército, General de Exército Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, participou tanto da abertura quanto do fechamento das atividades e ressaltou a importância da reunião. Segundo ele, o encontro é uma oportunidade de atualizar os quadros no tocante ao que ocorre no Exército. “Hoje em dia, o sargento está bem mais próximo do oficial e participa mais efetivamente, inclusive das decisões. São assessores”, acrescentou.

O Comandante Exército também salientou a relevância do cargo de adjunto de comando. “Trata-se do elo de ligação entre o comando e a tropa, e nossa intenção é valorizar cada vez mais o cargo para que tenhamos êxito na organização da Força. A criação do cargo foi algo muito importante que aconteceu nos últimos anos”.

Adjunto de Comando do Comandante do Exército, o Segundo-Tenente Edi Carlos destacou que os titulares da função também trabalham para que os graduados assumam maiores responsabilidades. “O Exército tem sargentos competentes, disciplinados e conhecedores de sua profissão, que, por intermédio de sua liderança, aliada à coragem física e moral, conseguem extrair os melhores resultados dos militares sob seu comando. Nesse sentido, crescem de importância os aspectos geradores de motivação, como a criação da nova Escola de Sargentos do Exército, que possibilitará uma preparação técnica profissional de excelência a essa parcela tão importante da Força.” Ele ressaltou, ainda, que os sargentos, motivados e capacitados, contribuirão para que o Exército cumpra as suas missões constitucionais.

Participaram da abertura da RACACE o Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército Marcos Antonio Amaro; o Chefe do Departamento de Engenharia e Construção do Exército, General de Exército Júlio Cesar de Arruda; e o Chefe do Departamento-Geral do Pessoal, General de Exército Lourival Carvalho.

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército
Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui