blank

Google News

No dia 22 de abril, militares do Exército Brasileiro realizaram uma apreensão de 750 kg de skunk, uma variante da maconha, e realizaram a prisão de um suspeito. A ação ocorreu durante a Operação Escudo, um desdobramento da Operação Ágata, do Ministério da Defesa, que tem foco no combate a delitos transfronteiriços.

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

O 3º Pelotão Especial de Fronteira (3º PEF), do Comando de Fronteira Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva, apreendeu a droga em posse de J.V.R., de 27 anos, em uma região de difícil acesso, dentro da floresta. Um helicóptero HM-4 Jaguar, do 4º Batalhão de Aviação do Exército, sediado em Manaus (AM), prestou apoio logístico para o transporte da droga e para o transporte de uma equipe da Polícia Federal, que realizou a prisão em flagrante delito.

Após a realização das medidas legais, o homem, suspeito de auxiliar no transporte da droga, foi levado para a cidade de Tabatinga (AM) e a droga foi incinerada. Estima-se que essa ação tenha causado um prejuízo de mais de 10,5 milhões de reais ao crime organizado.

A Operação Escudo é conduzida permanentemente por militares dos pelotões especiais de fronteira, que realizam patrulhamentos, revistas e controle fluvial todos os dias do ano. O Exército Brasileiro mantém a constante defesa da soberania da Amazônia brasileira. A segurança das fronteiras nacionais repercute diretamente na segurança dos grandes centros urbanos.

Fonte: 16ª Brigada de Infantaria de Selva