CFPN apoiou adestramento de tiro embarcado

O Comando do 6º Distrito Naval, através da Capitania Fluvial do Pantanal (CFPN) e do 3º Batalhão de Operações Ribeirinhas, deu suporte ao Exército Brasileiro (EB) no Estágio de Operações Pantanal, que aconteceu entre os dias 8 e 12 de maio. A formação dos novos “Guerreiros do Pantanal” é executada pelo Centro de Instrução de Operações no Pantanal (CIOpPan) e tem duração de cinco semanas, totalizando 572 horas de instrução, divididas em três fases diferentes.

O apoio da Marinha do Brasil

A Marinha do Brasil (MB) prestou apoio na Área de Adestramento do Rabicho, local onde foram realizados treinamentos de sobrevivência, patrulha e tiro embarcado. A colaboração da MB foi fundamental para a realização desses treinamentos, fornecendo não apenas suporte logístico, mas também expertise e conhecimentos técnicos.

Ação conjunta e interoperabilidade

Essa ação conjunta entre a Marinha do Brasil e o Exército Brasileiro demonstra a interoperabilidade entre as duas forças militares. Esta é uma característica crucial para o bom funcionamento das Forças Armadas, pois garante que, em uma situação real, ambas as forças sejam capazes de trabalhar de forma eficiente e eficaz em conjunto.

Reconhecimento do aprestamento e capacidade operacional da CFPN

A CFPN foi reconhecida por sua capacidade de preparo e operacionalidade em relação à salvaguarda da vida humana, à segurança da navegação e à prevenção da poluição ambiental causada por embarcações. Este reconhecimento destaca o papel crucial da CFPN na manutenção da segurança e na proteção do meio ambiente no Pantanal.