A Capitania dos Portos do Ceará e as Agências da Capitania dos Portos em Camocim e em Aracati, entre os dias 15 de dezembro de 2022 e 13 de janeiro de 2023, intensificaram as atividades de inspeção naval por ocasião da Operação Verão.

Um efetivo de 154 militares e 15 embarcações, incluindo lanchas e motos aquáticas, foram empregados na inspeção. Ao todo, no primeiro mês, foram inspecionadas 2.551 embarcações, 127 notificadas e 10 apreendidas. Além disso, 37 palestras foram realizadas como ações educativas para um total de 544 ouvintes.

As ações de fiscalização do tráfego aquaviário e de conscientização de condutores e passageiros quanto à salvaguarda da vida humana, à segurança da navegação e à prevenção da poluição ambiental no mar e nas águas interiores do estado do Ceará estão sendo realizadas diariamente, até 28 de fevereiro, compreendendo o verão, quando é observado expressivo aumento do tráfego de embarcações.

 

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui