O 3° Batalhão de Engenharia de Combate (3º BE Cmb), Batalhão Conrado Bittencourt, celebra este ano uma data emblemática: 100 anos de presença em Cachoeira do Sul, marcada por uma trajetória de honra, glória e tradição. Para comemorar esta jornada centenária, o 3º BE Cmb iniciou, em 08 de janeiro de 2024, a Operação Saicã I – um projeto de manutenção e renovação estratégica na rede mínima de estradas do Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB), em Rosário do Sul (RS).

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Operação Saicã I: Um Projeto de Engenharia Militar Crucial

A Operação Saicã I, nome que evoca a rica história militar brasileira, é composta por uma equipe de 23 militares altamente capacitados. Divididos em três frentes de trabalho distintas, eles executam tarefas essenciais para a manutenção e aprimoramento das estradas, fundamentais para a operacionalidade e treinamento no CIBSB. As frentes incluem: corte e montagem das armações de concreto, manutenção das estradas, e concretagem das cabeceiras.

Modernização da Infraestrutura com Pontes Bailey M2

Um dos pontos altos da operação é a instalação de quatro Pontes Bailey M2, que representam um avanço significativo na infraestrutura do campo. Estas pontes, conhecidas por sua robustez e capacidade de serem montadas rapidamente, serão um acréscimo permanente ao terreno, aumentando a eficiência e a segurança das atividades militares na região.

Reflexão sobre a Importância do 3º BE Cmb

Este centenário do 3º BE Cmb não é apenas uma celebração de sua longa história, mas também um momento de reflexão sobre o papel crucial que a engenharia de combate desempenha na defesa e infraestrutura nacional. O Batalhão Conrado Bittencourt, com sua rica tradição e capacidade de adaptação, continua a ser um pilar fundamental nas operações militares brasileiras, combinando expertise técnica e compromisso com a inovação.