Embarcação passa por inspeção no Porto de Salvador

A Marinha, em esforço conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Polícia Federal, a Receita Federal e a Companhia Docas do Estado da Bahia (CODEBA), realizou, no período de 12 a 15 de julho, a Operação Interagências “Bahia I”, parte integrante da Operação “Ágata”. O objetivo foi reforçar a presença do Estado junto à sociedade baiana e sergipana, com a fiscalização da limpeza de porões e do descarte irregular de água de lastro pelos navios; das marinas da região metropolitana de Salvador; da área de segurança das plataformas de petróleo; e a ação repressiva contra crimes transfronteiriços.

A “Bahia I”, dividida nas operações “Marina”, “Plataforma” e “Descarte”, envolveu o Navio-Patrulha “Guaratuba”, subordinado ao Grupamento de Patrulha Naval do Leste, e a aeronave “Poseidon”, do Ibama, além de cerca de 30 militares e servidores. Durante a operação, foram monitoradas, em uma área de 30 mil km2, 53 embarcações, entre navios e plataformas de petróleo.

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui