Entre os dias 15 e 18 de março, o estado de Alagoas teve a honra de receber o Navio-Veleiro “Cisne Branco”, uma verdadeira jóia da Marinha Brasileira. Ancorado no Porto de Maceió, este majestoso veleiro abriu suas portas, ou melhor, suas amuradas, para uma visitação pública que atraiu cerca de 15 mil visitantes, incluindo crianças, jovens e adultos, ansiosos por conhecer um pouco mais sobre a rica história naval do Brasil e o estilo de vida dos marinheiros.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Presenças ilustres e um evento marcante

A chegada do “Cisne Branco” não passou despercebida pelas autoridades locais e nacionais. Figuras de destaque como o Ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho; o Presidente da Câmara dos Deputados Federal, Arthur César Pereira de Lira; o Prefeito de Maceió, João Henrique Caldas; e o Presidente da Câmara de Vereadores, Galba Novaes de Castro Netto, fizeram questão de visitar o veleiro. Este evento simbolizou não apenas um encontro entre autoridades, mas também reforçou os laços entre a sociedade civil e as Forças Armadas, em especial a Marinha do Brasil, demonstrando a importância da cooperação e do respeito mútuo para a construção de uma sociedade mais unida e consciente de seu patrimônio marítimo.

Uma missão de divulgação e conscientização

blank

A estadia do “Cisne Branco” em Maceió transcendeu o aspecto de mera visitação pública. Foi uma ocasião ímpar para a divulgação dos valores da Força Naval Brasileira, promovendo entre os jovens a mentalidade marítima e o respeito pelo mar, que são fundamentais para o desenvolvimento sustentável e a segurança marítima nacional. Através de eventos como esse, a Marinha busca não apenas educar, mas também inspirar as novas gerações a valorizar e preservar o riquíssimo patrimônio cultural e natural brasileiro.

Reflexões sobre um futuro compartilhado

A visita do Navio-Veleiro “Cisne Branco” a Maceió deixou um legado de conhecimento e admiração, reafirmando a importância da Marinha na proteção e na promoção da cultura marítima brasileira. Através de iniciativas como esta, fortalecem-se os laços entre a sociedade civil e as forças armadas, construindo uma ponte para um futuro onde o respeito pelo mar e pela história naval do Brasil sejam valores compartilhados por todos.