Militares da 16ª Brigada de Infantaria de Selva realizaram dois partos de emergência na Amazônia. O mais recente foi por volta de 7h da manhã do último sábado (8). Uma mulher peruana da Comunidade São José dos Parinares, em trabalho de parto havia quase 24 horas, buscou apoio no 4º Pelotão Especial de Fronteira (Estirão do Equador), fração orgânica do Comando de Fronteira Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva.

Apesar da falta de acompanhamento pré-natal e da ausência de exames laboratoriais da parturiente, o parto foi conduzido com perícia e segurança pelo Aspirante Van Roy. O militar permaneceu acompanhando o recém-nascido até a estabilização do quadro respiratório, atividade normalmente realizada por um pediatra.

Já o outro caso foi registrado na última quinta-feira (6). Por volta de 11h da manhã, uma mulher em trabalho de parto e seu companheiro solicitaram socorro a militares da 16ª Base Logística, subordinada à 16ª Brigada de Infantaria de Selva, em região próxima ao terminal fluvial utilizado pelas organizações militares da guarnição de Tefé.

Feito o acolhimento, os militares acionaram o médico perito daquela organização militar, em razão de a parturiente não estar sentindo as dores típicas do parto. O Tenente Arcúrio se deslocou imediatamente para o local e realizou o parto com sucesso e sem qualquer tipo de sequela para o bebê.

Estando a mãe e a criança salvas, a equipe liderada pelo Tenente Arcúrio conduziu os pais e o bebê, de ambulância, até o Hospital Regional de Tefé, onde foram realizadas as demais medidas de atenção pediátrica ao recém-nascido e de atenção pós-parto à mãe.

Nesses primeiros dias de 2022, o Exército Brasileiro estendeu a mão amiga por meio da ação de dois jovens médicos da Brigada das Missões, o que garantiu a duas crianças o direito à vida e à dignidade humana.

Fonte: 16 Bda Inf Sl

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui