Google News

Os primeiros focos de incêndios no Pantanal foram combatidos por militares lotados no Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN), em apoio ao Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS). Em 25 lançamentos, totalizando cerca de 8 mil litros de água, por cerca de seis horas, os militares controlaram incêndio às margens do Rio Paraguai, nas proximidades do Canal Tamengo.

No local, a cerca de 30 metros do Brasil, ficam barcaças de combustível abarrancadas em território boliviano. A Capitania Fluvial do Pantanal (CFPN) tomou conhecimento do caso e, devido à impossibilidade de acesso ao local por terra, acionou duas equipes compostas por militares com curso de combate a incêndio, para atuarem em conjunto com os bombeiros militares.

A ação ocorreu nos dias 9 e 10 de julho e foram empregadas embarcações da CFPN, além de aeronave do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Oeste (EsqdHU-61). A fim de impedir que o fogo se tornasse incontrolável, o Com6ºDN acionou, na manhã de sábado (10), o EsqdHU-61 para emprego do helicóptero “Esquilo” (UH-12) para investidas com o “bambi bucket”, tipo de bolsa localizada na parte externa da aeronave. Esse equipamento transporta água até o foco de incêndio.

Com informações e fotos do 6º Distrito Naval 

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa em Foco na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui