Google News

O Comando do 8º Distrito Naval, por meio do Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Sul-Sudeste (ComGptPatNavSSE), realizou ação em apoio à Polícia Federal (PF), à Receita Federal e à Guarda Portuária, culminando com apreensão de 11 bolsas contendo drogas que estavam escondidas em um navio mercante atracado no Porto de Santos (SP).

A atividade foi deflagrada na tarde de 20 de agosto, após agentes da Guarda Portuária perceberem estranha movimentação, durante o período noturno, de embarcações miúdas em torno do Navio Mercante “Eleoussa”, que tinha como destino a cidade de Lagos, na Nigéria.

A busca por drogas começou ainda no início da tarde, sendo encontrados inicialmente 174,47 kg de cocaína em seis sacolas distribuídas no interior do navio. Entretanto, os agentes da PF desconfiaram que ainda poderia haver material escondido sob o casco, acionando a Marinha, que empregou o Grupo de Mergulho do ComGptPatNavSSE para concluir a ação, sendo encontradas mais cinco bolsas, fixadas externamente ao casco, abaixo da linha d’água, contendo 154,48 kg da droga.

blank
Embarcações empregadas na atuação interagências
que apreendeu 328 kg de cocaína

Desde janeiro de 2020 até essa ação, o emprego conjunto dos mergulhadores da Marinha com os órgãos de segurança pública resultou na localização de mais de 1,6 tonelada de drogas nessa modalidade de fixação sob o casco de navios mercantes que têm como destino a Europa e a África, a partir do Porto de Santos.