Palestrantes e moderadora interagem com a audiência durante o Ciclo de Debates

A Diretoria de Portos e Costas (DPC) realizou, no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA) o 1º seminário de Operações Ship to Ship (STS) em Águas Jurisdicionais Brasileiras (AJB), nos dias 28 e 29 de julho.

As operações STS constituem hoje um grande diferencial técnico para a frota mercante, visto que possibilitam a realização de transferência de cargas diretamente de um navio para outro estando estes atracados (“doublebanking”), fundeados ou em movimento (“underway”). Atualmente é praticada em 12 localidades do Brasil, tem previsão de expansão para mais 4.

O evento, que reuniu cerca de 300 participantes, foi uma oportunidade de se discutir as técnicas mais atuais que vêm sendo empregadas mundialmente nas Operações STS, além de fomentar discussões sobre o tema e reunir em um mesmo lugar os principais atores envolvidos com a prática de tal técnica. Autoridades militares, representantes da academia, de órgãos governamentais, empresas de navegação do setor de óleo & gás e provedores de serviço STS buscaram dialogar e trocar experiências que contribuíram na busca pelo aprimoramento das Operações de STS.

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui