Tiveram continuidade, nesse sábado (25), os atendimentos médicos realizados por equipes de saúde da Marinha do Brasil (MB), no município de São Sebastião (SP), atingido por fortes chuvas que deixaram diversas vítimas e boa parte da população em situação de desabrigo e vulnerabilidade.

Por meio da Operação “Abrigo pelo Mar”, a MB disponibilizou dois Hospitais de Campanha (Hcamp), um a bordo do Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico” e o outro no bairro de Juquehy, que nesse sábado atendeu 82 pacientes, sendo 27 crianças. Além disso, uma equipe móvel formada por um pediatra, um ortopedista, um clínico geral, um enfermeiro e dois técnicos de enfermagem também prestaram 66 atendimentos, sendo 14 crianças. O atendimento móvel ocorreu na Escola Municipal Henrique Tavares de Jesus, em Barra do Sahy.

O Comandante em Chefe da Esquadra, Vice-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa, pontuou que a Operação “Abrigo pelo Mar” é uma atividade benigna e que a ajuda humanitária faz parte da doutrina militar. “Estamos dando apoio à Defesa Civil logo após o desastre com as chuvas ocorridas no último fim de semana, no litoral norte de São Paulo. A Marinha possui pessoas capacitadas tanto para realizar planejamento, como para exercer essa ação que envolve meios da Esquadra, meios distritais do Comando do 8º Distrito Naval, meios da Força de Fuzileiros Navais e profissionais da saúde”.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

333441659 1988098404915443 9191637644393348251 n

A logística de uma operação como essa também passa pela forma como o pessoal será distribuído. O Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, Vice-Almirante (Fuzileiro Naval) Renato Rangel Ferreira, explicou como foi realizado o planejamento do trabalho dos fuzileiros navais. “Essa modularidade de poder manter uma parte do Grupamento Operativo operando a bordo do NAM ‘Atlântico’ e, ao mesmo tempo, projetar metade do Hospital de Campanha para operar a partir de terra foi a ênfase da organização da operação ‘Abrigo pelo Mar’, pois foi o que se mostrou necessário”, pontuou.

Edvaldo de Farias Prado, que é auxiliar de manutenção, foi um dos pacientes atendidos pelo Hcamp no Juquehy e afirmou ter sido bem assistido pela equipe de saúde. “Quero agradecer o pessoal da Marinha pela atenção aos moradores aqui do bairro que passaram por essa tragédia”.

Ainda na manhã desse sábado (25), o Vice-Presidente da República, Geraldo Alckmin, esteve a bordo do NAM “Atlântico” e descreveu o que viu do atendimento humanitário ao público de São Sebastião. “Acabamos de sair do navio, o maior da frota brasileira. A gente vê aqui uma grande solidariedade às famílias das vítimas, solidariedade salvando vidas, solidariedade ao povo de São Sebastião. Conheci o trabalho da Marinha, o hospital e o ambulatório de retaguarda e do litoral sul, e isso é importante para a logística que, por exemplo, recebe helicópteros. Temos mil militares envolvidos no trabalho, então é hora de agradecer aos voluntários, às Organizações Não Governamentais e ao Setor Público Federal, Estadual e Municipal por cuidar dos benefícios da população”.
foto 02 materia
Atendimento médico no Hcamp de Juquehy

Desobstrução de via terrestre
O Grupamento Operativo dos Fuzileiros Navais permanece colaborando com a Defesa Civil e a prefeitura de São Sebastião nas desobstruções de vias, utilizando uma retroescavadeira, uma pá carregadeira e um caminhão basculante. Nesse sábado (25), foi desobstruída uma via de aproximadamente 30 metros.

333292111 714473990148822 4978291274623742958 n
Desobstrução da Rua Maurício Benedito Faustino, no bairro Juquehy, em São Sebastião (SP)

Apoio à aldeia indígena
Esse sábado (25) também foi marcado por doação de alimentos à Aldeia do Rio Silveira, que abriga cerca de 500 indígenas, no bairro Boracéia, em São Sebastião (SP).

333392933 986351192347877 7490121419592903866 n
Momento da chegada de alimentos na Aldeia do Rio Silveira

Evacuação aeromédica
Edinice Nunes dos Santos, de 48 anos, moradora de São Sebastião, precisou ser levada de aeronave para ser atendida no Complexo Médico do NAM “Atlântico”. Ela necessitava de um atendimento médico ortopédico e estava com dificuldade para acessar o hospital regional. A paciente foi avaliada e medicada pela equipe médica do navio.

foto 05 materia
Paciente chegou a bordo do navio com auxílio de aeronave
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).