Foto: Comando do 2º Distrito Naval

Na última segunda-feira (25), a Marinha do Brasil deu início ao Exercício Militar “DEPORTEX LE/2024” no Porto de Cotegipe, em Salvador, Bahia. Este treinamento, que se estende até o dia 28 deste mês, acontece tanto na área marítima quanto em terra e tem o objetivo de treinar as forças navais para a defesa portuária.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

O exercício envolve a participação direta de aproximadamente 450 militares e a mobilização de seis embarcações. As atividades de DEPORTEX congregam forças de diversas unidades da Marinha, incluindo o Comando do 2º Distrito Naval, a Base Naval de Aratu, a Capitania dos Portos da Bahia, o Centro de Intendência da Marinha em Salvador, o Comando da Força de Minagem e Varredura, a Estação Rádio da Marinha em Salvador, o Grupamento de Fuzileiros Navais de Salvador, o Grupamento de Patrulha Naval do Leste, e o Serviço de Sinalização Náutica do Leste.

Foto: Comando do 2º Distrito Naval

A frota participante é composta pela Corveta “Caboclo”, os Navios-Patrulha “Gravataí” e “Guaratuba”, além dos Navios-Varredor “Araçatuba”, “Aratu” e “Atalaia”. O exercício também conta com o suporte de lanchas operadas pela Capitania dos Portos da Bahia e pelo Grupamento de Patrulha Naval do Leste.

De acordo com a Doutrina Básica da Marinha, a operação de defesa de porto visa prevenir ou neutralizar qualquer ataque contra portos ou fundeadouros e seus acessos por forças hostis. Este treinamento de DEPORTEX LE/2024 simula cenários reais para assegurar que as unidades participantes estejam preparadas para defender a infraestrutura naval crítica contra potenciais ameaças.

Luiz Camões
Luiz Camões destaca-se como um renomado profissional com uma carreira diversificada, marcada por significativas contribuições nos campos militar, jornalístico e documental. Com uma trajetória iniciada em 2001, ele se consolidou no cenário audiovisual, atuando na produção e direção de programas televisivos para a Rede Record e Rede Bandeirantes. Além disso, é reconhecido pela sua habilidade em inovar, desenvolvendo novos formatos que capturam o interesse do público. Em sua fase atual, o Jornalista Camões empreende em um projeto ambicioso que conjuga informação e participação ativa, com o objetivo de promover a Base Industrial de Defesa e Segurança e as Forças Armadas. Seu trabalho não apenas esclarece sobre as intrincadas redes de defesa e segurança do país, mas também inova ao introduzir o público às profissões militares e de segurança, diretamente nas linhas de frente de operações. A missão de jornalista é clara: tornar acessíveis ao grande público informações relevantes sobre profissões, atribuições militares e suas respectivas necessidades, utilizando um formato inovador e engajador. Este comprometimento reflete seu desejo de estreitar laços entre a sociedade civil e as instituições de defesa, fortalecendo a compreensão mútua e o respeito pelas funções vitais que desempenham.