A Equipagem leve de transposição de curso d´água pode levar meios pesados para suporte logístico - Imagem: Veterano Alves

A bela paisagem de Minas Gerais, mais especificamente em São José da Barra-MG, será palco de um grandioso exercício militar da Marinha do Brasil. Entre os dias 25 de setembro e 05 de outubro, a Operação Furnas II reunirá mais de 700 profissionais, entre Marinheiros e Fuzileiros Navais, em treinamentos intensivos com diversos meios operativos. O objetivo principal é aprimorar as habilidades e a coordenação das Unidades da Marinha em cenários variados.

Centro de Comando e Controle Expedicionário

Um dos pontos altos deste exercício é a implementação de um Centro de Comando e Controle Expedicionário. Esta estrutura avançada permite uma visão ampla e detalhada da área de operações, graças a sistemas como o Sistema de Consciência Situacional Unificada por Aquisição de Informações Marítimas (SCUA). Com essa tecnologia, a Marinha consegue tomar decisões mais rápidas e eficientes, otimizando todas as ações no terreno.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Demonstração Operativa no Lago de Furnas

No dia 04 de outubro, o Lago de Furnas será o cenário de uma impressionante Demonstração Operativa (DemOp). O público poderá presenciar treinamentos de Desembarque Ribeirinho, que incluirão voos de drone, transposição de cursos d’água e a atuação de tropas especializadas. Além disso, a Marinha exibirá alguns de seus equipamentos mais modernos, como os Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) e o helicóptero UH-12 Esquilo.

Presenças Ilustres

A Demonstração Operativa contará com a presença de autoridades de alto escalão da Marinha, como o Comandante do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra (FN) Carlos Chagas Vianna Braga, e o Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, Vice-Almirante (FN) Renato Rangel Ferreira. A presença destas autoridades reforça a importância do evento e o compromisso da Marinha com a excelência em suas operações.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).