Manobra de atracação de embarcações

O Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (CIABA) concluiu, no dia 27 de maio, o Curso Especial para Condução de Embarcações de Estado no Serviço Público (ECSP), formando 10 militares da Polícia Militar do Pará e quatro militares do Grupamento Marítimo Fluvial do Corpo de Bombeiros do Pará. O curso capacita o aluno a conduzir embarcações de Órgãos Públicos (extra-MB), dentro dos limites da navegação interior.

O ECSP foi realizado em um período de duas semanas, com 52 horas, e teve como objetivo ensinar procedimentos práticos, especialmente em termos de segurança pessoal e da navegação. Foi oferecida oportunidade para todos os alunos realizarem as tarefas previstas nos objetivos gerais das disciplinas abordadas, dentre elas: manobra de embarcações, navegação, navegação eletrônica e comunicações.

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui