No dia 17 de março de 2023, a Cia C Bda Inf Pqdt promoveu uma marcha administrativa de 8 KM na Zona Leste de Afonsos, envolvendo os recrutas incorporados no mesmo ano. O objetivo da atividade foi adaptar os recrutas ao uso do fardo aberto em campanha, ambientá-los ao transporte de armamento e desenvolver atributos como espírito de corpo, rusticidade e camaradagem.

336321152 881830709766599 4027886919066423381 n

Adaptação e desenvolvimento

A marcha administrativa possibilitou aos recrutas a adaptação ao uso do fardo aberto em campanha e ao transporte de armamento, reforçando a importância da disciplina e resistência no treinamento militar. Além disso, a atividade contribuiu para o desenvolvimento de habilidades emocionais, como espírito de corpo, rusticidade e camaradagem, fundamentais para a formação de soldados fortes e coesos.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Reflexão e comprometimento

A marcha ressaltou a ideia de que “ser fraco não é uma opção” e a necessidade de ter disciplina para se tornar o mais forte dos soldados. Essa experiência reforçou o compromisso dos recrutas com o aprendizado e o desenvolvimento de habilidades necessárias para enfrentar os desafios do treinamento militar e da carreira.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).