Em um cenário global cada vez mais atento às questões de direitos humanos e igualdade de gênero, a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) tem motivos para se orgulhar. O Major Lucas Jacques da Silva, representante da corporação, participou do Curso de Capacitação para Instrutores em Investigação e Prevenção de Crimes Sexuais e Violência de Gênero, uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU). O evento ocorreu entre 15 e 26 de abril no Centro de Treinamento para Operações de Paz da ONU, localizado em Timpu, no Reino do Butão.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Contribuição Brasileira em Missões Internacionais

blank

A participação do Major Jacques neste curso é um reflexo do compromisso do Brasil em contribuir para missões de paz globais e reforçar a capacidade de suas forças policiais em temas sensíveis e críticos como a violência de gênero. A IGPM, ligada ao Comando de Operações Terrestres (COTER), tem desempenhado papel crucial na seleção e preparo de policiais para estas importantes missões.

Treinamento Intensivo e Multicultural

Durante o curso, Major Jacques juntou-se a policiais de diversas nacionalidades, incluindo Nepal, Sri Lanka, Tanzânia, Zâmbia e do próprio Butão, criando um ambiente de troca cultural e de experiências enriquecedor. O programa abrangeu uma série de módulos teóricos e práticos, focando em normas de Lei Humanitária Internacional, resoluções do Conselho de Segurança da ONU, além de técnicas específicas para a prevenção e investigação de crimes sexuais e violência de gênero.

Expertise Internacional e Local

Os instrutores do curso, vindos da Academia de Polícia de Baden-Württemberg na Alemanha, trouxeram uma perspectiva global e altamente especializada, assegurando que os participantes recebessem a mais atualizada e eficaz formação. A combinação de conhecimento internacional com as práticas locais enriqueceu o aprendizado e preparou os policiais para aplicar as técnicas aprendidas em suas respectivas jurisdições.

Impacto e Futuro

A experiência e os conhecimentos adquiridos pelo Major Jacques não apenas elevam o padrão de atuação da PMSC, mas também contribuem significativamente para as futuras missões de paz em que o Brasil possa estar envolvido. Este treinamento é um passo fundamental para aprofundar a compreensão e o manejo de questões complexas que afetam sociedades em todo o mundo.

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).